Tudo Aqui
Por favor, conecte-se ao forum, caso você não seja um membro registre-se e seja bem vindo!o/

Criatividade-Ajudando o narrador a alcançar seus objetivos.

Ir em baixo

Criatividade-Ajudando o narrador a alcançar seus objetivos. Empty Criatividade-Ajudando o narrador a alcançar seus objetivos.

Mensagem por Eduzao1234 em Sex Nov 28, 2008 2:09 pm

Dentre os deveres de um bom Mestre/Narrador, está o de criar uma aventura que irá entreter tanto os jogadores como a si próprio. Para esta aventura ser criada, precisa-se de bastante criatividade, seja para mestrar tudo programado ou no improviso. Sendo assim, esta matéria foi escrita direcionada aos mestres que sentem um grande peso na criatividade no momento em que criam as aventuras e campanhas, procurando auxiliá-los com meios de como achar fontes de inspiração e conseqüentemente, criar e desenvolver uma ótima história para seus jogadores.

Uma das diversas formas para você começar a produzir uma boa aventura é buscando primeiramente uma fonte de inspiração. Lavoisier disse: “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.” E com as idéias acontece à mesma coisa. Nenhuma delas aparece do nada e vai para o nada. Todas podem ser aproveitadas, aperfeiçoadas e transformadas em outra coisa. Basta ler livros, jornais, assistir filmes, navegar pela internet, enfim, buscar informações e no final transformá-las em uma idéia para a trama da sua aventura. Outro meio para se conseguir estas informações, é arejar a cabeça, estar descansado e tentar aproveitar de qualquer modo as coisas que ocorrem na sua vida diariamente.







Para o desfecho final da aventura, pense em algo grandioso, misterioso, gratificante, que agrade e que surpreenda a todos. (É apropriado utilizar as fontes de inspiração citadas no parágrafo acima, caso sua criatividade falhe nesse momento). Lembrando também, que é muito proveitoso relacionar o objetivo de cada um dos capítulos com o desfecho final da historia, para que todos estes tenham uma razão. Ao tecer esta relação, com certeza várias idéias irão surgir para que você continue com esta linha principal que se segue a aventura. Por fim, você terá tudo pronto até mesmo para mestrar de improviso, pois se você sabe o final da história pode ir mestrando, ou enrolando, sem ter que mexer no futuro depois, evitando que os jogadores indaguem erros de história e tempo.

É essencial ter um jogo versátil, que não apenas siga a linha principal da aventura, mas que saia um pouco dela, para que assim possa ser retomada depois. Os jogadores podem ficar interessados de ver que, aquela suposta missão que estavam fazendo e tinha acabado, na verdade era apenas um prelúdio de algo muito maior, que se relaciona com eles após um outro dever. Além disso, encaixar sub-missões e tramas paralelas ajuda a evitar que a aventura se torne monótona ou previsível.

É essencial ter um jogo versátil, que não apenas siga a linha principal da aventura, mas que saia um pouco dela, para que assim possa ser retomada depois. Os jogadores podem ficar interessados de ver que, aquela suposta missão que estavam fazendo e tinha acabado, na verdade era apenas um prelúdio de algo muito maior, que se relaciona com eles após um outro dever. Além disso, encaixar sub-missões e tramas paralelas ajuda a evitar que a aventura se torne monótona ou previsível.

O ato de se colocar no lugar dos jogadores ainda evita um outro problema que é um tanto comum com alguns mestres: o fato do mestre se empolgar tanto com a trama e com os NPCs que acaba relegando os jogadores a mero papel decorativo no cenário, ou como telespectadores de uma história que se desenvolve e que em quase nada podem influenciar. O mestre deve ao criar cenas de batalhas épicas lembrar de incluir os jogadores para fazer algo importante ou pelo menos útil, afinal qual jogador gosta de ficar vendo os NPCs fazerem todo o trabalho?

Para ressaltar a teoria de obter inspiração através de um meio de comunicação iremos citar um exemplo. Você está vagando pela internet e acaba lendo um documentário sobre uma mulher que seqüestrava crianças. A partir dessa idéia central você pode fazer sua aventura. Basta se perguntar “Porque a mulher seqüestrava crianças?”, “Quem era ela?”, “Como escolhia suas vítimas seqüestradas?”, “O que ela pretendia com isso?”. E nem é preciso terminar de ler o documentário que você já pode criar suas respostas e colocar os jogadores para descobri-las através de uma aventura com todas as dicas citadas nos parágrafos acima.







Enfim, é preciso saber que podemos usufruir de vários meios e dicas com riquíssimas informações úteis para inspirar nossa criatividade e conseqüentemente proporcionar uma ótima aventura de RPG a nós e nossos jogadores.

A partir de agora, desejamos-lhes boas idéias, e que as dicas os inspirem!
Até a próxima!

Eduzao1234
Admin
Admin

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 13/11/2008
Reputação : 0

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum